Uma viagem de despedida com seu cachorro

Li essa notícia hoje e fiquei super intrigada. Quem tem ou já teve um animal de estimação sabe o quanto é difícil a hora da partida deles. É o caso de Bella, uma labradora marrom, e o seu dono Robert Kugler, veterinário. Ela já teve uma patinha amputada e foi diagnosticada com cancer terminal no pulmão…

bella-robert klugler-robkugler-pet-instagram 7

Mas ao invés de se lamentar, Robert resolveu que eles mereciam uma “bella” despedida! E os dois estão viajando pelos EUA, numa verdadeira celebração da vida! Achei a idéia incrível! A viagem está sendo toda registrada pelo instagram do Robert @robkugler.  As fotos são lindas e nelas realmente dá pra ver todo o amor entre eles!

bella-robert klugler-robkugler-pet-instagram 5 bella-robert klugler-robkugler-pet-instagrambella-robert klugler-robkugler-pet-instagram 2

É claro que é tudo uma questão de perspectiva. Não é fácil perder nenhum ente querido mas a gente sempre tem que tentar enxergar o lado bom da vida não é mesmo?

Eu passei por isso há dois meses, quando o Bozó, meu daschund delícia, não resistiu a uma crise respiratória por conta de uma pneumonia. Ele era paciente cardíaco, o que complicou ainda mais o quadro, no auge dos seus 11,5 anos de idade. ( um senhor de aproximadamente 80, em anos humanos).

bozo teckel daschund

Na época eu estava viajando pela Bélgica e recebi a notícia por whatsapp. Foi muito, muito triste, pois quando estamos viajando, ficamos meio fora do ar. Perdemos as referencias do dia a dia e mensagem caiu como uma bomba. Chorei bastante pois realmente fui pega de surpresa.

Mas de alguma forma, resolvi que só iria chorar naquele dia. Afinal, eu tinha tido o melhor cachorro do mundo. ( todo dono acha isso, não é verdade? kkk). Não, eu não queria mais chorar. Não queria lamentar a sua perda. Queria sim me sentir grata por ter tido um cachorro tão parceiro, inteligente, amigo e carinhoso. Mansinho, que não dava trabalho e realmente enchia a casa de alegria. E por coincidência, no mesmo dia, com a cara inchada de chorar, cruzei com essa capa de almofada em uma lojinha e agora ela enfeita meu sofá. ( a foto é pequenininha, mas é o único registro que eu tenho rs).

capa de almofada daschund tapecaria belga blog da bolsa

Quem não tem cachorro talvez nunca entenda. Mas o Bozó me acompanhou nos melhores e nos piores momentos. Esteve ao meu lado quando meu pai faleceu e não saía do pé da minha cama por nada. Rosnava para qualquer um que tentasse entrar no meu quarto nesses dias. Esteve comigo quando fui morar sozinha pela primeira vez, no nosso casamento, na nossa mudança para São Paulo. Sempre muito carinhoso.

daschund bozo teckel

Por isso acho que a idéia dessa “jornada de despedida” é tão fantástica. Anos de amizade e companheirismo devem sim ser celebrados e após a partida o que devem ficar são as lembranças boas e a gratidão.

Comentário via Facebook

2 comentários em “Uma viagem de despedida com seu cachorro

Deixe uma resposta